Governo Bolsonaro proíbe enfermeiros de aplicarem o DIU

Publicado em 26 dezembro, 2019
Compartilhe agora!

O governo Bolsonaro, através do ministério da Saúde, decidiu proibir os enfermeiros e enfermeiras de aplicarem o contraceptivo chamado de Dispositivo Intrauterino (DIU) em mulheres.

A decisão atendeu a um pedido do Conselho Federal de Medicina que vê o procedimento como privativo de médicos(as).

Para o médico sanitarista e ex-ministro da Saúde Arthur Chioro foi “uma reação conservadora, corporativa, elitista, das entidades médicas”. Para ele, restringir a aplicação do DIU apenas aos médicos vai afetar o atendimento das mulheres de baixa renda.

“Tremenda irresponsabilidade que resultará em desassistência a milhares de mulheres, principalmente as mais pobres, que dependem do Sistema Único de Saúde para garantir os seus direitos sexuais e reprodutivos, que serão desrespeitados”, afirmou Chioro, em entrevista à Rádio Brasil Atual (veja abaixo).

LEIA TAMBÉM
Ex-ministros divulgam manifesto contra o desmonte da saúde pública

“O fanatismo bolsonarista está alimentando a violência”, diz Freixo

Frota ‘sugere’ que Carluxo, Léo Índio e Edu Pirulito são os mascarados de vídeo integralista

Confira a entrevista de Arthur Chioro:

As informações são da Rede Brasil Atual.

Compartilhe agora!