Globo diz que reprovação de Bolsonaro é mais alta desde impeachment de Collor

Publicado em 9 dezembro, 2019
Compartilhe agora!

A Rede Globo levou ao ar no programa Fantástico, neste domingo (8), as taxas de reprovação do presidente Jair Bolsonaro. E mais: comparou com a época de Fernando Collor de Mello, presidente que sofreu impeachment em 1992.

De acordo com dados apresentados pela emissora, em um ano, os governos do período democrático tiveram as seguintes aprovações:

  • Collor de Mello: 23%
  • FHC: 41%
  • Lula: 42%
  • Dilma: 59%
  • Bolsonaro: 30%

Os números que a Globo utilizou para comparar Bolsonaro com Collor são do Datafolha.

Agora a pergunta que não quer calar: por que a TV Globo insiste em relembrar o impeachment de Collor de Mello, se ela aderiu ao projeto bolsonarista que destrói a economia e os empregos? Seria uma espécie de “código” daqueles usados pelas máfias italianas?

Já foi dito antes aqui que Bolsonaro, Globo, Datafolha e Folha continuam iguais no que é essencial: defendem ferrar os trabalhadores, retirar direitos do povo e o ambiente recessivo na economia para garantir privilégios da elite, sobretudo da paulistana, prender Lula, agredir outros povos (Venezuela), etc.

LEIA TAMBÉM
Avaliação de Moro despenca 10 pontos, diz Datafolha

Faustão, no Domingão, desce a borduna em Bolsonaro pela falta de educação

Carla Zambelli: ‘Estava com saudades’ de Carluxo nas redes sociais

Compartilhe agora!