Globo criminaliza professores em greve no Paraná

A afiliada da TV Globo no Paraná, a RPC, segue o mesmo padrão da matriz quando o assunto é retirar direitos dos trabalhadores e do povo.

Na tarde desta quarta-feira (4), a emissora paranaense praticamente dedicou o telejornal do meio dia para a reforma da previdência.

O diabo é que a Globo do Paraná criminalizou o justo movimento de servidores públicos em greve, que luta por sua aposentadoria e contra o aumento de alíquota (confisco) nos vencimentos dos já aposentados.

Malandramente, a RPC/Globo focou seu editorial num vidro quebrado durante a ocupação da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) na tarde de ontem (3).

LEIA TAMBÉM
Professores fazem ‘cordão humano’ na Alep para impedir novo massacre

ALEP: deputados serão transportados em camburão para sessão na Ópera de Arame

Massacre de Ratinho: aumenta número de vítimas no Paraná

O que significa um vidro, uma grade, uma porta, diante do covarde ataque ao projeto de vida dos professores e dos demais funcionários públicos?

Um vidro quebrado, caríssimo leitor, se repõe facilmente. No entanto, o direito à alforria, ao descanso do trabalhador, enfim, o tempo passado não se recupera no futuro.

Portanto, o Blog do Esmael se solidariza com os grevistas na luta contra o confisco previdenciário do governador Ratinho Junior (PSD).

Em tempo: A Globo no Paraná foi agraciada recentemente com “mídia técnica” da ALEP.

Em tempo 2: O Blog do Esmael não aceita anunciantes do poder público.