sexta 19 é dia nacional de luta em defesa do banco do brasil e do funcionalismo

Deputados ouvem Rubem Novaes sobre possível privatização do Banco do Brasil

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados promove nesta terça-feira (10) audiência pública com o presidente do Banco do Brasil (BB), Rubem Novaes, para esclarecer suas declarações em defesa da privatização de empresas estatais, incluindo o banco público que preside.

Em outubro, Novaes afirmou na Associação Comercial do Rio de janeiro que “a privatização do Banco do Brasil será inevitável”.

“É opinião minha, não é de governo, mas eu acho que, em algum momento, a privatização do Banco do Brasil será inevitável. Com as amarras que uma empresa pública tem, vai ser muito difícil o ajustamento, no horizonte de dois, três, quatro anos, a esse novo mundo de open banking e das fintechs”, disse na ocasião.

LEIA TAMBÉM:
Lula livre foi justo para 54% dos brasileiros, diz Datafolha

Datafolha: Maioria aprova Lula livre e confia mais nele que em Bolsonaro

Após Datafolha, filho de Lula é alvo de nova operação da Lava Jato

Funcionários do BB afirmam que a instituição já vem sendo preparada para ser privatizada. O governo tem vendido todas as ações que excedem o controle acionário e estão sendo ofertadas participações que o banco tem em outras empresas.

O pedido para a realização do debate foi feito pelos deputados petistas Erika Kokay (DF), Bohn Gass (RS), Rogério Correia (MG), Leonardo Monteiro (MG), Vicentinho (SP), Nilto Tatto (SP), Carlos Veras (BA) e Nelson Pellegrino (PE).

No pedido, os parlamentares evidenciaram a importância do Banco do Brasil “para execução de políticas fundamentais para o desenvolvimento nacional e o seu caráter público.” Os deputados também lembraram que o Banco do Brasil é o maior banco do País por ativos e que possui participação de 19,3% no mercado de crédito nacional.

A audiência pública está marcada para as 14 horas e será transmitido pela internet.

Com informações da Agência Câmara.