Delação de hacker inocenta Glenn Greenwald e Manuela D’Ávila

Publicado em 5 dezembro, 2019

Luiz Henrique Molição, que é integrante do grupo de hackers acusados de invadir os telefones de diversas autoridades, teve sua delação homologada.

Ele afirma que participou das tratativas com o jornalista Glenn Greenwald do Intercept para a entrega do conteúdo que vem sendo divulgado na série de reportagens chamada de Vaza Jato.

Molição garante que Glenn não encomendou o material e nem pagou por ele. Antes disso, eles tentaram vender o conteúdo para Manuela D’Ávila (PCdoB-RS), que também não quis pagar pelo material. Manuela somente fez a ponte com Glenn.

LEIA TAMBÉM
Moro sofre derrota na Câmara com seu pacote anticrime

Hacker diz que prisão de Moro é tortura para falar o que não aconteceu

Manuela quer divulgar a íntegra de suas conversas com hacker

Ou seja, se Sérgio Moro tinha pretensão de incriminar o jornalista ou a ex-deputada, deu com o burros n’água.

As informações são da coluna de Lauro Jardim no Globo.