Defesa de Flávio Bolsonaro entra com habeas corpus preventivo no STF

Publicado em 19 dezembro, 2019
Compartilhe agora!

Foto: Adriano Machado/ Reuters
A defesa do senador Flávio Bolsonaro (Sem partido-RJ) entrou com um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF). O caso, que tramita sob sigilo, está sob a relatoria do ministro Gilmar Mendes.

O habeas corpus foi protocolado após a operação do Ministério Público do Rio de Janeiro que cumpriu 24 mandados de busca e apreensão em endereços ligados a Flávio, a seu ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz e a familiares de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido).

LEIA TAMBÉM:
Nova CPMF do governo Bolsonaro não vai passar, diz Maia

Ministro da Educação assume papel de ‘bobo da corte’ no Twitter; confira

Leia a íntegra do discurso de Lula em defesa da Cultura

A investigação mira um esquema de “rachadinha” no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio, quando ele era deputado estadual.

Como o habeas corpus foi protocolado às 23h43 de ontem (18), o processo ainda pode ser analisado por Gilmar Mendes, mesmo com o início do recesso do STF, que fez a sua última sessão plenária hoje.

Fontes ouvidas pelo jornal O Estado de S. Paulo acreditam que as maiores chances de o senador obter uma vitória no Supremo e paralisar novamente as investigações seria durante o período do recesso, que ficará sob comando de Toffoli e do vice-presidente do STF, ministro Luiz Fux até o final de janeiro.

Tanto Toffoli quanto Fux já deram – também durante o plantão do Supremo – liminares que beneficiaram o filho do presidente da República neste ano.

Com informações do Estadão.

Compartilhe agora!