Congresso já tem condições para aprovar o impeachment de Bolsonaro

Publicado em 6 dezembro, 2019
Compartilhe agora!

O Congresso Nacional já possui todas as condições política para a aprovar o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

De acordo com o deputado Arthur Lira (PP-AL), um dos líderes do Centrão e da Câmara, a articulação “nula” dentro do Congresso e terá dificuldades para aprovar novas reformas, em 2020.

Sem base, sem partido e sem apoio dos congressistas, Bolsonaro poderá ser impichado a qualquer momento. É questão tempo.

Do ponto de vista técnico-político, surgem informações à Justiça Eleitoral que a eleição de Jair Bolsonaro foi uma fraude. Aos poucos o antigo partido pelo qual se elegeu, o PSL, vai entregando dados comprometedores sobre o presidente.

Além das fake news, que eram bancadas por empresários, num esquema paralelo à campanha de 2018, Bolsonaro ainda teve estruturas não declaradas. Em Belo Horizonte, por exemplo, um comitê de 3,5 mil quadrados, na Pampulha, não foi declarado à Justiça Eleitoral, o que configura caixa dois na legislação.

LEIA TAMBÉM
Manuela D’Ávila lança o movimento ‘Comuns’ de engajamento político

“Cansei do MDB”, anuncia Requião

Empresa russa ‘abocanha’ duas fábricas de fertilizantes da Petrobras

O ‘QG 17 Bolsonaro’ de BH é café pequeno diante das enormidades que ensejariam o impeachment do presidente da República.

São várias ações de impessoalidade administrativa, tais como aquela persegue a Folha de S. Paulo, que beneficia a TV Record, a citação de Bolsonaro no inquérito sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco, quebra de decoro em diversos momentos, etc.

Outro ponto que justificaria o pedido do impeachment de Jair Bolsonaro são as constantes ameaças de AI-5 para impedir manifestações pacíficas contra o governo e seu projeto neoliberal, que tira direitos sociais dos brasileiros para beneficiar banqueiros.

O vice-presidente general Hamilton Mourão (PRTB) já voltou para o aquecimento, portanto.

Compartilhe agora!