Bolsonaro quer que Escola Militar mande nos cabelos e unhas dos estudantes

O presidente Bolsonaro compartilhou uma notícia de que o Ministério Público Federal da Bahia proibiu uma Escola Militar de interferir nos cortes de cabelos ou cores das unhas dos/das estudantes. Acontece que ele sugeriu que os pais, estudantes e a comunidade recorram da decisão.

Ou seja, ele quer que a escola tenha poder de mandar nos cabelos e unhas dos jovens. Como se isso fosse importante.

Leia o tuíte:

Ele não tem nada mais importante para fazer?

LEIA TAMBÉM
Integralista é nomeado assessor da ministra Damares

Caiu na rede a versão de Bolsonaro para o Hino Nacional; assista

O transporte coletivo de Curitiba está morrendo, alerta conselheiro