Bolsonaro acaba com multa do FGTS e incentiva demissões

O presidente Bolsonaro acabou com multa de 10% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) paga pelas empresas em casos de demissões sem justa causa.

A iniciativa foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) como parte da Medida Provisória (MP) nº 889, que libera saques do FGTS.

Na prática, o governo está incentivando as demissões e o desemprego. A partir dessa medida, fica muito mais barato para os empresários colocarem na rua seus funcionários.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro governa para o andar de cima, por Roberto Amaral

Bolsonaro comemora AI-5 e acusa pessoas ‘a serviço do mal’ em homenagem a militares

Em entrevista à Veja, Hacker compromete a lava jato, militares e até Bolsonaro

PSOL quer saber se Moro tentou defender senadora cassada por corrupção no TSE