globo protesto

A maioria não confia na velha mídia; internet dispara na preferência; leia a íntegra da pesquisa

Blog do Esmael se consolidou entre os mais sites de notícias políticas mais lidos do Brasil.
A velha mídia está em baixa. A maioria não confia nos meios de comunicação e os considera chapa-branca, segundo a Paraná Pesquisas.

60,4% dizem não confiar na imprensa, de uma forma em geral, ante 35,3% que dizem confiar na velha mídia.

Por velha mídia leia-se Globo, SBT, Record, Folha, Estadão, Globo, Veja, et caterva.

Para 62,4%, velha mídia é chapa-branca (aderida ao governo federal) e 32,8% acreditam que ela é “isenta” na hora de disseminar as notícias.

A Paraná Pesquisa também aponta que a internet ultrapassou os veículos de comunicação tradicionais na preferência dos eleitores brasileiros.

O instituto obteve as seguintes respostas para a pergunta: Qual desses veículos de comunicação o Sr(a) MAIS utiliza para se informar sobre as notícias do País ou do seu Estado?

  • Não se informa: 2,5%
  • Internet: 42,1%
  • Televisão: 35,7%
  • Rádio: 5,9%
  • Facebook: 5,7%
  • Jornal Impresso: 3,6%
  • WhatsApp: 2,5%
  • Instagram: 1,4%
  • Outros veículos citados: 0,5%

A Paraná Pesquisas entrevistou 2.222 eleitores em 26 Estados e no Distrito Federal entre os dias 14 a 18 de dezembro de 2019. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.

LEIA TAMBÉM
Para Globo e Folha, Flávio Bolsonaro é “Voldemort” cujo sobrenome não deve ser pronunciado

Globo e Folha estudam usar F.B. para abreviar nome de Flávio Bolsonaro

Folha também esconde o sobrenome ‘Bolsonaro’ de Flávio Bolsonaro; só falta dizer que é filho de Lula

Globo esconde o sobrenome “Bolsonaro” de Flávio #IssoAGloboNaoMostra