Quem alterou o outdoor de Moro e Bolsonaro? Quem mandou matar Marielle Franco?

Publicado em 20 novembro, 2019
Compartilhe agora!

A bilionária campanha anticonstitucional do pacote anticrime do ministro Sérgio Moro começou a sofrer reveses em todo o País. Um outdoor exibido no município de Manacapuru, no Amazonas, foi alterado nas redes sociais com a pergunta cuja resposta vale um milhão de dólares: quem mandou matar Marielle Franco?

O outdoor em questão [o original] traz as fotos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do ex-juiz da Lava Jato defendendo a inconstitucional prisão em 2ª instância –sem o trânsito em julgado.

A Constituição Federal estabelece no artigo 5º, inciso LVII, que “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória”, qual seja, trata-se de cláusula pétrea porque a presunção da inocência é uma garantia fundamental do indivíduo.

A foto da propaganda é mais uma dentre dezenas que foram financiadas ‘sabe-se lá por quanto e por quem’ –alô STF, alô garantistas, bom dia!!!– foram retuitadas pelo ministro Sérgio Moro.

O caríssimo material é assinado por uma entidade fake denominada “Direta Manacapuru”; outros, no entanto, também retuitados pelo ex-juiz, são apócrifos, anônimos, que não apresentam assinatura de nenhuma organização específica.

Quanto à pergunta feita pelas redes sociais –sobre quem matou Marielle Franco– nem Moro nem Bolsonaro ainda responderam.

Mas, afinal, quem paga a bilionária campanha contra a Constituição Federal? Pode isso, Arnaldo?

Recentemente, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes afirmou essa ‘Escola da Lava Jato’ sabia mais de marketing político do que direito e justiça. Bingo!

LEIA TAMBÉM
Moro e comitiva se assustam com pouso de avião na Amazônia

#TicTac: Nova bomba causa pânico em Bolsonaro

Lula não convidou Rodrigo Maia para conversar, jura Gleisi

Compartilhe agora!