Governo Bolsonaro reconhece a presidente autoproclamada da Bolívia

Publicado em 13 novembro, 2019
Ernesto araújo

Ernesto araújo
O governo brasileiro reconheceu oficialmente, na madrugada desta quarta-feira 13, a senadora Jeanine Áñez como presidente interina da Bolívia. Em nota no Twitter, o Itamaraty congratulou Áñez por “assumir constitucionalmente a Presidência” e saudou “sua determinação de trabalhar pela pacificação do país e pela pronta realização de eleições gerais”.

Opositora de Evo Morales, Áñez se declarou presidente interina do país nesta terça, anunciando que convocará eleições para janeiro. Ela se autoproclamou numa sessão sem quórum do parlamento boliviano.

LEIA TAMBÉM:

Senadora se autoproclama ‘presidente interina’ da Bolívia

Paulo Pimenta relata invasão da Embaixada da Venezuela no Brasil; assista

Joice Hasselmann e Eduardo Bolsonaro se digladiam pelas redes sociais; confira

A Bolívia está mergulhada no caos político e institucional após o golpe de estado contra o presidente legítimo do país, Evo Morales – que recebeu asilo político no México.