Gastos da Presidência não serão mais sigilosos, decidiu o Supremo

Publicado em 8 novembro, 2019
Compartilhe agora!

O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou o sigilo de gastos presidenciais que existia desde de 1967. A partir de agora devem ser divulgadas todas as despesas, inclusive com os cartões corporativos.

A decisão atendeu a uma ação de 2008 protocolada pelo então presidente do PPS, Roberto Freire, hoje Cidadania.

O levantamento de sigilo nos cartões corporativos do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ocorreu ao mesmo tempo em que o STF derrubava a prisão em 2ª instância.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro pediu socorro aos comunistas da China para salvar o leilão do pré-sal

Nota de Defesa de Lula pede liberdade imediata do petista

Neste ano, os gastos com os cartões corporativos da presidência aumentaram quase 25%. Agora vamos saber o que Bolsonaro e sua turma andam comprando mundo afora às custas do povo.

Nos tempos do Lula, teve ministro que foi derrubado pela imprensa por causa de uma tapioca. Vamos ver como será agora.

Com agências.

Compartilhe agora!