Deputados do PSL querem quebrar sigilo do cartão corporativo de Bolsonaro

Deputados do PSL ligados ao presidente nacional do partido, deputado Luciano Bivar (PE), querem quebrar o sigilo de gastos do cartão corporativo do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

De acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, os parlamentares bivaristas “argumentam que falta isonomia ao presidente, que critica a sigla e exige a devassa nas contas do partido, mas mantém em segredo o detalhamento de gastos com alimentação e transporte. Essa ala da legenda lembra que, quando deputado, Bolsonaro reivindicava transparência no uso da verba presidencial. Agora, parece ter se esquecido do assunto”.

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro quer usar aposentados para cortar verbas da Saúde e Educação

AI-5: Gilmar Mendes é o relator da ação contra Eduardo Bolsonaro

Cabo Daciolo ‘desce da montanha’ para criticar megaleilão do pré-sal

A coluna destaca que o grupo pode “recorrer ao Ministério Público Federal para pedir formalmente a descrição dos gastos do Palácio do Planalto.

Bolsonaro mantém em segredo mais de dois terços das informações sobre gastos com cartões corporativos do governo federal.