Câmara dos Deputados condecora Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Glenn Greenwald


A Câmara dos Deputados homenageou na manhã desta quarta-feira (20) com medalhas do Mérito Legislativo a 41 personalidades. Foram condecorados o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli, o ministro Gilmar Mendes, o jornalista Glenn Greenwald, o yuotuber Felipe Neto, a ex-primeira dama Maria Thereza Goulart e o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, entre outros.

A Medalha do Mérito Legislativo foi criada em 1983 para “distinguir e condecorar autoridades, personalidades, instituições ou entidades, campanhas, programas ou movimentos de cunho social, civil ou militar, nacionais ou estrangeiros, que tenham prestado serviços relevantes ao Poder Legislativo ou ao Brasil”.

A honraria é concedida uma vez ao ano. A medalha foi criada em 1983, e os agraciados são escolhidos por líderes partidários e integrantes da Mesa Diretora da Casa.

LEIA TAMBÉM:

Lava Jato usou métodos de tortura, diz Gilmar Mendes ao Clarín

Glenn Greenwald, do Intercept, vê Deltan Dallagnol “marcado para morrer”

PT aciona Conselho de Ética da Câmara contra Coronel Tadeu por crime de racismo

O evento deste ano foi carregado de simbolismo político com a entrega de medalhas aos integrantes do STF e ao jornalista Glenn Greenwald, que revelou pelo site The Intercept Brasil as ações ilegais e criminosas da operação Lava Jato e do ex-juiz Sergio Moro.