Cabo Daciolo ‘desce da montanha’ para criticar megaleilão do pré-sal

Publicado em 5 novembro, 2019
Compartilhe agora!

O ex-presidenciável Cabo Daciolo (sem partido) ‘desceu da montanha’ esta semana para criticar o megaleilão das jazidas do pré-sal.

A AEPET (Associação dos Engenheiros da Petrobrás) denuncia que o governo Jair Bolsonaro (PSL) vai tirar áreas da Petrobrás de R$ 3,2 trilhões e vender por R$ 100 bi, o que se configura uma criminosa doação.

Voltemos ao Cabo Daciolo.

Segundo o ex-deputado, que disputou a Presidência da República em 2018, trata-se de uma venda da Nação para os gringos.

Daciolo denunciou ainda que o ministro da Economia, Paulo Guedes, trabalha para os interesses dos Estados Unidos.

Cabo Daciolo desceu a montanha para percorrer os estados do Norte do País. Ele está em pré-campanha para as eleições de 2022, embora não esteja filiado em nenhum partido político.

Mas por que raios Daciolo subiu a montanha em 2018, durante a campanha presidencial?

Alguns acreditam na versão oficial segunda qual era para ler a Bíblia e ficar mais próximo a Deus. As maledicentes línguas, no entanto, afirmaram que era parte de acordo tácito com Bolsonaro.

Na época, ele descia dos montes somente para participar dos debates na TV. Bolsonaro não dava o ar da graça nesses confrontos.

Compartilhe agora!