Requião: fundos estrangeiros terão de devolver estatais sem indenização

Publicado em 10 outubro, 2019
Compartilhe agora!

O ex-senador Roberto Requião (MDB-PR), presidente da Frente Ampla Pela Soberania, advertiu nesta quinta-feira (10) que os fundos internacionais que estão comprando empresas públicas brasileiras terão prejuízos.

Ao falar sobre as companhias privatizadas pelo governo “ilegítimo” de Jair Bolsonaro (PSL), o presidente da Frente Ampla mandou um duro recado:

“Quem compra patrimônio público brasileiro, de um governo ilegítimo, está comprando mercadoria roubada. É como se fosse um crime de recepção.”

Pelas leis brasileiras, a recepção de mercadoria roubada é tipificada pelo § 1º do art. 180 do Código Penal. A pena é de reclusão, de três a oito anos, e multa.

LEIA TAMBÉM
Trump faz Bolsonaro de tonto no caso OCDE

Deltan Dallagnol, o carrasco da Lava Jato, será descartado em breve

Bolsonaro diz ter “quase certeza” que óleo em praias do Nordeste é criminoso

Em vídeo publicado nas redes sociais, Requião afirmou que é preciso que esses fundos de investimentos estrangeiros, esses interesses econômicos, estão comprando o que o nosso governo não pode vender.

“Estão comprando empresas estratégicas para a nossa soberania e desenvolvimento”, disse.

Requião disse ainda não ter dúvida de “mais dia, menos dias terão que devolver essas estatais, sem indenização”.

A Frente Ampla Pela Soberania realiza sua próxima plenária no dia 14, em Florianópolis, Santa Catarina.

Compartilhe agora!