Mujica condena ‘prisão injusta’ de Lula em ato de campanha no Uruguai


Neste sábado (19), no último ato do seu partido na campanha para as eleições do Uruguai, o Movimento de Participação Popular (MPP), o ex-presidente José “Pepe” Mujica fez uma saudação aos lutadores da América Latina e citou a “prisão injusta” imposta ao seu par brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva.

“Vamos lutar por todos os companheiros que na América Latina se comprometeram para que seus povos melhorem, em todos os lugares. E às vezes acabam vivendo um infortúnio como Lula, que está encarando uma prisão injusta”, disse Mujica durante uma fala centrada na história política e econômica do Uruguai, ante um público estimado em 30 mil pessoas.

LEIA TAMBÉM:

Capa da Veja reconhece o ‘fator Lula Livre’ na política nacional

URGENTE: Lula oficializa rejeição à progressão para semiaberto

O povo uruguaio vai às urnas no próximo dia 27 e a Frente Ampla – coalizão de centro-esquerda da qual faz parte o MPP – deverá eleger a maior bancada para o Congresso e liderar a disputa presidencial, que será decidida apenas no 2º turno, marcado para 24 de novembro. O candidato da Frente Ampla é o engenheiro Daniel Martinez, ex-intendente de Montevidéu. Martinez lidera as pesquisas de intenção de voto e nas pesquisas mais recentes aparece com mais de 40% de apoio do eleitorado.

*Fonte: Agência PT de Notícias