Lula solto seria a ‘salvação’ para Bolsonaro, diz dono da Paraná Pesquisas

Publicado em 11 outubro, 2019

O presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, afirmou ao Blog do Esmael nesta sexta-feira (11) que a soltura do ex-presidente Lula seria a ‘salvação’ para o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

O Supremo Tribunal Federal (STF) julgará no próximo dia 23 um pedido de suspeição do ex-juiz Sérgio Moro. Caso a tese da defesa prospere na corte máxima, as sentenças do ex-juiz Sérgio Moro seriam anuladas e o processo contra o petista começaria do zero de novo.

Segundo Hidalgo, Lula Livre seria a glória para Bolsonaro porque se estabeleceria um quadro de polarização na política do país.

“A liberdade de Lula não interessa a Ciro Gomes nem ao ministro da Justiça Sérgio Moro porque, num cenário polarizado, os dois seriam colocados de escanteio”, analisa o presidente da Paraná Pesquisas.

LEIA TAMBÉM
Lula ao Canal France 24: ‘Quero minha inocência’

Glenn Greenwald derruba Deltan Dallagnol da Lava Jato, diz Veja

Fim de linha: Rodrigo Janot perde carteira de advogado da OAB

Murilo Hidalgo observa ainda que Moro seria classificado como “incompetente” pela máquina bolsonarista com a soltura de Lula.

“A política é uma coisa engraçada. Hoje quase vemos Bolsonaro gritar ‘Lula Livre’ e setores da esquerda torcer para que ele continue preso. A polarização só interessa ao petista e ao capitão. Pra ninguém mais”, disse o ao Blog do Esmael o dono da Paraná Pesquisas.

A Paraná Pesquisas é instituto queridinho do Palácio do Planalto e desbancou o Ibope na preferência dos presidentes da República, isto é, passou a ser “alma gêmea” de Bolsonaro. Até o sumido Hélio Negão anda com ciúmes de Murilo Hidalgo.