Lula critica ‘cretinice’ do governo Bolsonaro sobre óleo no Nordeste

Publicado em 25 outubro, 2019


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou a atuação do governo Jair Bolsonaro (PSL) diante do vazamento de petróleo que desde o final de agosto atinge as praias do Nordeste. Lula falou ao Brasil de Fato com exclusividade na quarta-feira (23).

“Não queremos saber de onde é o óleo, se é da Venezuela, brasileiro, iraquiano, iraniano ou é russo […] Nós queremos saber que o óleo está atingindo as praias brasileiras, que é uma das fontes de riqueza e geração de emprego no Brasil através do turismo e que, até agora, há 60 dias, o presidente não pôs os pés lá, não foi lá”, diz Lula.

.

Praias dos nove estados da Região Nordeste foram atingidos por petróleo cru. As manchas de óleo surgiram inicialmente na cidade de Conde, no litoral Sul da Paraíba.

A falta de transparência do governo sobre o desastre ambiental, de proporções ainda incalculáveis, foi duramente criticada. Além disso, a administração Bolsonaro não colocou em prática um plano de ação elaborado para conter situações como essas porque o colegiado responsável foi extinto em abril deste ano.

LEIA TAMBÉM:

.

PT vai processar revista Veja por capa criminosa contra Lula

Câmara cria comissão para acompanhar óleo derramado no Nordeste

“Ontem eu vi o ministro do Meio Ambiente [ Ricardo Salles] dizer [que] o óleo é da Venezuela. Quem quer saber de onde é o óleo, meu Deus do céu? Se for dos Estados Unidos é bom? Se for de Israel é bom? Não […] Isso é de uma cretinice muito grande. E nós estamos vendo isso, sabe?”, afirma Lula.

.

Confira trecho, veiculado na TVT, da fala do ex-presidente Lula sobre os vazamentos:

Fonte: Brasil de Fato