Katia Abreu pede que CNMP afaste Dallagnol da coordenação da Lava Jato

Publicado em 9 outubro, 2019
Compartilhe agora!

A senadora Katia Abreu (PDT-TO) pediu ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) a “remoção por interesse público” do procurador Deltan Dallagnol da coordenação da força-tarefa da Lava Jato, informa nesta quarta-feira (9) a jornalista Daniela Lima, na Folha de S.Paulo.

LEIA TAMBÉM:
Moro ignora Dallagnol e se une a presidente do PSL, Luciano Bivar

Ricardo Salles recebe na Câmara “Prêmio Exterminador do Futuro”

Para Chico Buarque, o boicote de Bolsonaro é mais um prêmio

“Cumpre desde logo esclarecer que o presente pedido de remoção por interesse público não representa um ato de hostilidade à operação Lava Jato, mas sim uma medida que busca atender ao interesse público e conferir credibilidade à persecução penal conduzida pela força-tarefa”, diz a representação.

“A remoção a bem do interesse público visa essencialmente resguardar as condições de atuação minimamente isenta do Ministério Público enquanto instituição”, continua.

“Se, por qualquer motivo, um de seus membros vier a perder tais condições, a remoção é uma das medidas jurídicas possíveis para restauração da credibilidade institucional.”

Daniela Lima destaca que a senadora explora no pedido as mais de 15 representações das quais Deltan é alvo no CNMP, mas não menciona as mensagens da Vaza Jato.

Compartilhe agora!