Gilmar sobre Moro: “Virou um personagem que Bolsonaro leva para jogo do Flamengo”

Publicado em 15 outubro, 2019
Compartilhe agora!

Em entrevista exibida na madrugada desta terça-feira (15) pelo programa Conversa com Bial, da TV Globo, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, afirmou que o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, “virou um personagem que Bolsonaro leva para o jogo do Flamengo”.

“Moro chegou quase que como um primeiro-ministro. Depois ele virou esse personagem que o Bolsonaro leva para o jogo do Flamengo. Ele está precisando do Bolsonaro. Antes o Bolsonaro precisava dele, depois ele passa a precisar do Bolsonaro”, disse o ministro.

LEIA TAMBÉM:
Rosângela Moro publica indiretas no Instagram: “Eu mereço mais” e “vá embora”

Pesquisa XP/Ipespe: 54% dos brasileiros acreditam que Lava Jato cometeu excessos

Sobre o ex-presidente Lula, o ministro do STF afirmou que o petista “merece um julgamento justo”.

“Não sei, vamos ter de executar com muito cuidado, há a impressão de que há muitos vícios, eu tenho dito que o Lula merece um julgamento justo. Tudo isso que vem se revelando de fato mostra suspeita sobre esse caso”, disse.

Na entrevista, Gilmar também criticou a TV Globo e o “lavajatismo militante da mídia”.

“Quero dividir a minha responsabilidade com vocês. Vocês têm uma grande parcela de responsabilidade. Quando vocês dizem ‘Gilmar solta’, e estou falando porque já reclamei para a Rede Globo, a decisão foi da turma, mas vocês dizem ‘Gilmar solta’ e não explicam do que se trata. Houve um lavajatismo militante da mídia, a mídia aderiu a isso. Nós ficamos como os bandidos da história, aqueles que erraram ao soltar”, afirmou.

“A mídia faz parte disso. A Lava Jato é case de sucesso de mídia, são melhores publicitários que juristas. Houve essa coalizão, essa coabitação. A responsabilidade é muito maior da mídia do que minha”, completou.

Com informações do Uol.

Compartilhe agora!