Esquerda realizará eleições primárias para escolher candidato em Curitiba

Publicado em 28 outubro, 2019
Compartilhe agora!
Vanhoni e Requião aproveitaram o Lula Livre, deste domingo (27), para articular a realização de eleições primárias nos partidos de esquerda em Curitiba.

Nos bastidores, este domingo (27) de “Lula Livre” foi muito mais do que comemorar os 74 anos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Enquanto aguardavam o início do ato dentro de uma barraca de lona, em frente à Polícia Federal, no bairro Santa Cândida, o ex-deputado Angelo Vanhoni (PT) e o ex-senador Roberto Requião (MDB) tricotavam uma frente de esquerda.

Eles avançaram que irão convocar para os próximos dias um fórum para discutir as eleições municipais de 2020. Para esse colóquio estariam convocados PT, PCdoB, PDT, MDB, PSB, PSOL, PCO, PV, SD e PROS.

A ideia seria de cada uma das siglas realizar eleições primárias para a disputa pela Prefeitura de Curitiba. Após seria formada uma “geringonça” curitibana.

Dois nomes com maior densidades já seriam colocados, de início, para a apreciação dos partidos em suas respectivas primárias: Requião e Vanhoni.

LEIA TAMBÉM
Caiu o ‘Muro de Berlim’ dos neoliberais na América Latina

Presidente eleito da Argentina dedica vitória a Lula Livre

Uruguai: Eleição deve ter segundo turno

Vanhoni disse ao Blog do Esmael que o nome de Requião é mais consistente porque ele já foi prefeito da capital e governador três vezes.

Por sua vez, o emedebista titubeia porque diz estar mais afeito às discussões nacionais, como soberania, privatizações, neoliberais, não às questões locais como asfalto ou valeta. etc.

Nesse caso, a crise da esquerda é uma “crise suíça”.

Vanhoni disputou a Prefeitura de Curitiba no ano 2000 quando chegou ao segundo turno. Perdeu por muito pouco, na época, para Cássio Taniguchi e Beto Richa –ambos então do grupo de Jaime Lerner.

Requião tem experiência eleitoral e de governo.

Não se descarta, portanto, uma chapa Requião-Vanhoni ou Vanhoni-Requião em 2020.

“As eleições primárias podem colocar os partidos do nosso campo em marcha desde já”, disse ao Blog do Esmael a presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, que comandou ontem as homenagens ao ex-presidente Lula desde Curitiba.

Compartilhe agora!