Defesa de Bivar acusa “inversão da lógica da investigação” em ação da PF

Compartilhe agora

Os advogados da defesa do presidente do PSL, Luciano Bivar, publicaram uma nota sobre a ação da Polícia Federal nesta terça-feira (15). A nota diz o óbvio: a ação da PF é uma “inversão da lógica da investigação”.

Isso porque o inquérito já se estende há 10 meses. Se a operação tivesse cabimento, deveria ter sido realizada muito antes.

Leia a nota:

“Sobre o mandado de Busca e Apreensão deflagrado nesta terça (15) num dos endereços de Luciano Bivar, o Escritório de Ademar Rigueira, que responde pela Defesa dele e do PSL em Pernambuco, vê a situação fora de contexto. A Defesa enfatiza que o inquérito já se estende há 10 meses, já foram ouvidas diversas testemunhas e não há indícios de fraude no processo eleitoral.

Ainda na visão da Defesa, a Busca é uma inversão da lógica da investigação, vista com muita estranheza pelo Escritório, principalmente por se estar vivenciando um momento de turbulência política.”

LEIA TAMBÉM
#TicTacBolsonaro no topo do Twiiter: É fogo no laranjal

Ação da PF na casa do presidente do PSL desmoraliza de vez Sérgio Moro

Globo indica fim da prisão em 2ª instância e Lula livre

Ou seja, Bolsonaro e Moro tramam contra Bivar e usam a Polícia Federal para atacar a ele e tentar tomar o PSL.

Vale lembrar que o presidente interino do PSL durante a eleição não era Bivar e sim o ex-ministro Gustavo Bebianno. Cadê ele?