“Com Lula, milhões deixaram de passar fome”, diz Nobel da Paz


Na manhã desta quinta-feira (24), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu a visita de Kailash Satyarthi, ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 2014. Ativista pelos direitos das crianças, o indiano já se encontrou com Lula outras vezes quando o ex-presidente estava em liberdade. Satyarthi é o segundo Nobel da Paz a visitar Lula, que recebe frequentemente visitas de personalidades estrangeiras, demonstrando que a luta por sua liberdade já é internacionalizada e ganha força pelo mundo.

Após sair da sede da Polícia Federal em Curitiba, Satyarthi esteve na Vigília Lula Livre para comentar o encontro com o ex-presidente. “Nós estamos muito gratos pela mudança que ele fez para milhões de pessoas neste país maravilhoso. Nós sabemos que ele lançou programas para tirar milhões de pessoas da pobreza e da fome. E, devido a contribuição dele, milhões de crianças tiveram a oportunidade de não serem escravizadas e nem passarem fome.”

O Prêmio Nobel da Paz também afirmou que a esperança de Lula em provar sua inocência só aumenta. “Eu já o encontrei outras vezes e é o mesmo homem, mas mais forte do que nunca e com muita força no coração e na alma. Com a determinação de fazer um mundo melhor. Ele está muito preocupado com todas as pessoas deste país. Ele está preocupado com a política do mundo. Nós conversamos sobre a situação de vários países, principalmente da América Latina. Ele disse que está determinado a sair e viver até os 120 anos.”

LEIA TAMBÉM:

‘Lava Jato manobra para ofuscar direitos de Lula’, diz defesa

Lava Jato pede anulação de sentença de Lula no caso Sítio de Atibaia

“Estou em um país capitalista”, diz Bolsonaro ao desembarcar na China

Por fim, o indiano mandou um recado do presidente Lula para todos que o apoiam e lutam pela sua liberdade. “Ele tem esperança e um propósito, que é de servir a cada um de vocês aqui. Ele quer passar a mensagem: cada um de vocês que ama e respeita Lula, sabe que sentimos muito amor e gratidão.”

*As informações são da Agência PT de Notícias