Bolsonaro troca ‘Véio da Havan’ por empresário de Curitiba

Publicado em 7 outubro, 2019
Compartilhe agora!

O ensandecido ‘Véio da Havan’ não gorjeia mais como dantes no governo de Jair Bolsonaro. Agora é a vez do empresário Wilson Picler, de Curitiba, mais doador individual do PSL.

O substituto de Luciano Hang como conselheiro presidencial em assuntos aleatórios e empresariais doou R$ 800 mil ao partido de Bolsonaro na eleição de 2018.

Em entrevista ao Estadão, Picler, o homem que desbancou o ‘Véio da Havan’, jura que sua doação à campanha foi altruísta e que se sentia na obrigação de ajudar e fazer algo.

LEIA TAMBÉM
PCdoB lança campanha em defesa da aposentadoria

O dia das crianças é sábado, mas a embaixada de presente para Eduardo pode não sair

Gilmar Mendes será entrevistado hoje no programa Roda Viva

Wilson Pilcer já foi deputado federal pelo PDT e, segundo o jornalão paulistano, o dono do grupo educacional UNINTER tem uma fortuna declarada de R$ 48,3 milhões.

Caso o ministro da Economia Paulo Guedes caia do governo e o presidente deseje mudar o eixo financista para desenvolvimentista, o nome de Picler pode ser uma das cartas na manga para agradar o empresariado e o Congresso Nacional.

Se a situação está ruim para o ‘Véio da Havan’, que foi abandonado por Bolsonaro, imagina para o povão que não tem emprego e está prestes a perder o direito de se aposentar…

Compartilhe agora!