Venezuela declara alerta laranja na fronteira com a Colômbia

Compartilhe agora!


O governo da Venezuela declara alerta laranja na fronteira com a Colômbia nesta quarta-feira (4). O presidente Nicolas Maduro também ordenou exercícios militares nas áreas de fronteira devido ao aumento da tensão política com o governo Iván Duque, que ameaça desencadear um conflito armado contra a Venezuela.

“Dei ordens ao comandante estratégico operacional das Forças Armadas Bolivarianas e a todas as unidades militares da fronteira que declarassem um alerta laranja face à ameaça de agressão da Colômbia contra a Venezuela. E começar a 10 de setembro, até 28 de setembro, os exercícios militares de soberania e paz que ocorrerão em toda a fronteira ocidental da Venezuela,” afirmou o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

Maduro disse que o Governo colombiano acusa a Venezuela de apoiar dissidentes das FARC como pretexto para o conflito.

LEIA TAMBÉM:

No Twitter, hashtag #Dia7EuVouDePreto é a mais comentada nesta quarta

URGENTE: jornalistas do Intercept correm risco de morte, alerta ONU

‘Doria é ejaculação precoce e não tem apoio popular’, ataca Bolsonaro.

A fronteira entre Venezuela e Colômbia, onde Maduro declarou o alerta “laranja”, estende-se por mais de 2.200 quilómetros nos Estados de Zulia, Táchira, Apure e Amazonas. Uma área onde atuam grupos transnacionais de crime organizado, assim como guerrilheiros do ELN e dissidentes das FARC.

Após o anúncio de Iván Márquez e outros ex-líderes das FARC de que voltariam a pegar em armas, o presidente colombiano, Iván Duque, acusou o governo Maduro de apoiar os grupos insurgentes colombianos.

Compartilhe agora!