Sem pegada, agenda de Bolsonaro é pífia e apagada na ONU

Publicado em 23 setembro, 2019


O presidente Jair Bolsonaro (PSL) chega na tarde desta segunda-feira (23) a Nova York com uma agenda pífia, limitada, e apagada para a Assembleia-Geral da ONU. Segundo o Itamaraty, o único compromisso confirmado do líder brasileiro até agora é o discurso de abertura na assembleia das Nações Unidas.

Bolsonaro já havia cancelado encontros bilaterais durante sua passagem pela ONU, mas disse que jantaria com o presidente dos EUA, Donald Trump, durante sua curta estadia em Nova York, de apenas 30 horas.

A previsão inicial era que o brasileiro chegasse aos EUA no domingo (22) e voltasse a Brasília na quarta (25), após encontros com presidentes de outros países para tentar, entre outras discussões, reverter a imagem negativa que ele e seu governo têm no exterior – principalmente após o agravamento da crise na Amazônia.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro terá coragem de encarar Macron, olho no olho, na Assembleia-Geral da ONU?

‘Pibinho’ de Bolsonaro e Guedes continua minúsculo

Efeito Bolsonaro: Bachelet afirma que sente ‘pena pelo Brasil’

Fora do discurso no plenário da ONU, o Itamaraty agenda o encontro com o presidente norte-americano.

Sem pegada, Bolsonaro terá uma agenda pífia e apagada na ONU. Pior, para o Brasil…