Sem medo, Regina Duarte reaparece e defende cortes de Bolsonaro

Compartilhe agora!

A atriz Regina Duarte, crítica feroz dos governos petistas, reapareceu e voltou a defender o presidente Jair Bolsonaro (PSL) sobre o corte de recursos para a cultura. Em entrevista ao site Notícias da TV, ela disse que a responsabilidade pela crise financeira e o empobrecimento do país foram dos governos de Lula e Dilma.

“O momento agora é de sanar o problema, controlar os gastos. Quem não entender está sendo muito egoísta nas suas ambições. Eu acredito e confio no nosso presidente e tenho certeza de que daqui a pouco o Brasil vai se equilibrar, e as coisas vão melhorar”, defendeu.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro ataca pai de Michele Bachelet em rede social

Bolsonaro passa o rodo na Ancine: Demite presidente e diretores

Na conversa, disse ainda que só teve um encontro com o presidente, durante a campanha eleitoral de 2018. “Prefiro ficar, mesmo de longe, torcendo por ele. A distância me deixa mais livre para observar, comentar e atuar da maneira que eu posso e quero. Estou mais segura e corajosa”, avisou.

A atriz causou polêmica durante a campanha eleitoral de 2002 quando declarou que tinha medo da vitória de Lula e do PT. Lula venceu as eleições presidenciais daquele ano e Regina Duarte passou a ser uma crítica feroz dos governos petistas.

Compartilhe agora!