PEC da Previdência é aprovada na CCJ do Senado

Compartilhe agora!

Após mais de nove horas de reunião, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, nesta quarta-feira (4), o relatório do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) à reforma da Previdência (PEC 6/2019).

O texto segue para análise no Plenário do Senado. Foram 18 votos favoráveis e 7 contrários ao texto-base da proposta que altera a regras de aposentadoria.

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro envergonha o povo brasileiro, afirma o PT em nota

Bolsonaro é grave ameaça ao futuro do Brasil, diz manifesto da oposição

URGENTE: jornalistas do Intercept correm risco de morte, alerta ONU

Contrários ao texto do relator, os senadores Fabiano Contarato (Rede-ES), Weverton (PDT-MA), e Paulo Paim (PT-RS) apresentaram votos em separado.

Eles manifestaram discordância em relação a diversos pontos da proposta como a alteração do cálculo dos benefícios, o aumento das alíquotas de contribuição, a redução do Abono do PIS/Pasep, entre outras.

A aprovação da PEC na CCJ veio depois que senadores fecharam um acordo para a criação de uma PEC paralela da reforma da Previdência.

Essa foi a forma de evitar a volta da PEC da Previdência para a Câmara, o que ocorreria se houvesse mudanças feitas pelo Senado.

Assim, o confisco e o arrocho sobre os trabalhadores virá mais rápido.

Com informações da Agência Senado.

Compartilhe agora!