Lula faz carta em defesa da transposição do Rio São Francisco

Publicado em 1 setembro, 2019
Compartilhe agora!


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez neste domingo (1º) uma carta em defesa da transposição do Rio São Francisco, uma obra icônica dos governos petistas. As obras do São Francisco estão paradas e a seca castiga diversas áreas do sertão nordestino.

No texto, Lula lembra a alegria do povo da região mergulhando, dançando e bebendo a água do Rio São Francisco no dia da inauguração das obras em Monteiro na Paraíba.

O candidato do PT à presidência da República em 2018, Fernando Haddad, que percorre a região na Caravana Lula Livre, também criticou a paralisação das obras.

Leia a íntegra da carta:

“A oportunidade que me foi dada pelo povo brasileiro de governar este país fez de mim um homem feliz. Vocês nem imaginam a alegria que eu sentia quando assinava um decreto para beneficiar milhares ou milhões de pessoas, ou quando eu visitava uma obra, ou inaugurava uma universidade, uma escola técnica, uma refinaria ou um conjunto habitacional do Minha Casa, Minha Vida. Porque eu sabia que cada um desses atos, por mais simples que fosse, estava contribuindo para a construção de um Brasil melhor e mais justo.

Poucas coisas na vida me fizeram tão feliz quanto tirar do papel um sonho de muitas gerações, e tornar realidade a transposição do São Francisco. Uma das melhores lembranças que tenho é a da inauguração popular que fizemos em 2017, aí em Monteiro, com a presença da ex-presidenta Dilma, do ex-governador Ricardo Coutinho e de muitos de vocês que aí estão de novo, desta vez protestando e exigindo de volta aquela alegria que estão roubando de nós.

Ver a criançada mergulhando, o povo dançando e bebendo daquela água que o sertanejo esperava desde a época do império, nada disso tem preço. Não há dinheiro no mundo que pague os abraços que naquele dia eu recebi de tanta gente molhada de suor do seu trabalho e encharcada das águas do São Francisco.

LEIA TAMBÉM:

PT tenta Requião como candidato a prefeito de Curitiba

Para 62%, Lula é ‘o cara’ que melhorou as condições de vida dos brasileiros

Tenho certeza que aquelas cenas que vivemos, e que estarão guardadas para sempre na minha memória, foram vistas com ódio pelos nossos adversários e hão de ter contribuído para que eu fosse preso, sem nenhum crime cometido. Eu imagino a elite deste país vendo aquela felicidade toda e dizendo: Temos que prender esse Lula, se não ele vai ser presidente outra vez, e a gente não vai mais poder tirar dinheiro do trabalhador e entregar pro mercado financeiro.

Por isso me prenderam, e querem a todo custo impedir que o povo volte a governar este país. É por isso que estão tentando destruir tudo que fizemos. Estão queimando a Amazônia, que defendemos como nenhum outro governo. Estão desmontando a construção civil, que gerou milhões de empregos. Estão entregando o Pré-Sal, cujos recursos iriam para a saúde e a educação. Estão sufocando as universidades, porque elas geram conhecimento e porque estão agora ocupadas pelas filhas e pelos filhos do povo trabalhador.

E é por isso que eles não querem as águas do São Francisco correndo pelo sertão. Porque não querem o povo feliz, produzindo, conquistando a sua autonomia.

Naquele dia, em 2017, eu disse: Nunca quis tirar nada do Sul ou de São Paulo. O que eu quero é que o povo nordestino seja tratado em igualdade de condições. Aqui tem que ter universidade, tem que ter indústria, tem que ter escola técnica, tem que ter mestres e doutores, tem que ter criança de barriga cheia.

Pois eu continuo querendo, e estou certo de que nós vamos desfazer cada maldade que fizeram com o Nordeste e com o Brasil. Hoje eu só posso estar com vocês em pensamento, mas muito em breve estarei aí em carne e osso, molhando o corpo e a alma nas águas abençoadas do Velho Chico”.

Um grande abraço!

Luiz Inácio Lula da Silva

Compartilhe agora!