bolsonaro whatsapp 768x512

Exército bolsonarista sofre importante baixa nas redes sociais

O site Brasil 247 noticiou uma forte baixa no exército bolsonarista nas redes sociais. Segundo a matéria, Carlos Henrique, um dos coordenadores de uma rede com cerca de 100 grupos de Whatsapp, desertou.

Ele teria enviado um áudio aos grupos dizendo: “Basta! se o Brasil está acima de tudo, tenho pena de todos que estão abaixo dele”.

“O mito nos salvou. Eu, particularmente, um dos comandantes da guerra virtual, que mais trabalhou para eleger Bolsonaro, já estou de saco cheio do mito e desta ilusão de salvador da pátria”, continuou Carlos.

Além de áudio, Carlos Henrique publicou um texto. Confira:

“Ola amigo. Estamos sem postar porque uma profunda tristeza e reflexão faz-se necessária. Nossa principal bandeira, a Lava Jato, a qual também atribuímos a eleição de Bolsonaro foi condenada a morte pelo STF e com a omissão de nosso Presidente. Segue um áudio que peço que ouça até o fim e compartilhe. Porque a partir de hoje vamos ficar um tempo off para refletir como devemos continuar nosso ativismo em prol do Brasil. Desde já agradeço a todos que nos acompanham aqui e tanto fizeram e fazem pelo Brasil. O momento é triste mas nossa fé no Povo de Bem é maior e com certeza surgirá uma nova forma de continuarmos nossa luta. Abs e boa semana”.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro recomenda livro de torturador para professora de esquerda

Urgente: Vígilia Lula Livre vive expectativa da soltura do ex-presidente

Requião: ‘Só desordeiros ou corruptos podem se opor à lei contra abuso’

Deltan reconhece que a Lava Jato está no bico do corvo

O site que concentra as matérias a serem compartilhadas também está sem atualizações desde a semana passada.

As informações são do Brasil 247.