Em nota, Guedes pede desculpas por chamar Brigitte Macron de “feia”

Publicado em 6 setembro, 2019
Compartilhe agora!

Após chamar a primeira-dama da França, Brigitte Macron, de “feia”, o ministro da Economia, Paulo Guedes divulgou uma nota na qual pede desculpas e classifica a fala como uma “brincadeira”. A declaração foi dada ontem (5) em Fortaleza durante uma palestra para empresários.

“O ministro Paulo Guedes pede desculpas pela brincadeira feita hoje em evento público em Fortaleza (CE), quando mencionou a primeira-dama francesa Brigitte Macron. A intenção do ministro foi ilustrar que questões relevantes e urgentes para país não têm o espaço que deveriam no debate público. Não houve qualquer intenção de proferir ofensas pessoais”, diz a nota de Guedes.

LEIA TAMBÉM:
Orlando Silva e Erika Kokay reforçam a mobilização para este 7/9; assista

Movimento sindical articula campanha para explicar à população significado de soberania

A íntegra da entrevista de Lula para a CartaCapital

Ao citar a polêmica entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da França, Emmanuel Macron, Guedes afirmou: “O que vejo nos jornais é que ele (Bolsonaro) xingou a (Michelle) Bachelet, que chamou a mulher do (presidente Emmanuel) Macron de feia. É feia mesmo, não é nenhuma mentira”.

No dia 24 de agosto, um seguidor de Bolsonaro no Facebook postou fotos dos presidentes acompanhados de suas mulheres com a seguinte pergunta: “Entende agora pq Macron persegue Bolsonaro?”. O seguidor ainda acrescentou “é inveja presidente do Macron pode crê “. O presidente respondeu ao comentário dizendo: “Rodrigo Andreaça não humilha kkkkk”.

Com informações do O Globo.

Compartilhe agora!