Democracia com Lula preso não existe, diz Nassif

Compartilhe agora!

Jornalista Luís Nassif. Foto divulgação.
Um dos decanos do jornalismo brasileiro, Luís Nassif, afirmou nesta sexta (6) em seu site que não existe possibilidade de democracia com o ex-presidente Lula mantido preso.

Nassif fez uma dura crítica ao movimento “DireitosJá – Fórum pela Democracia” porque, segundo o jornalista, no evento havido na segunda (2) era proibido dizer o slogan “Lula Livre”.

Para o jornalista do GGN, o evento que reuniu o ex-presidente FHC e o ex-governador Ciro Gomes (PDT-CE) pecou pela hipocrisia.

“Mas um evento que impede o slogan “Lula livre” e abre espaço para um ator político, FHC, que por disputa pessoal endossou todas as arbitrariedades contra Lula, no mínimo incorre no pecado da hipocrisia e da instrumentalização da bandeira dos direitos”, disparou Nassif.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro provocou e internautas responderam: “Volta PT”

URGENTE: Justiça solta Vaccari

Lula: ‘Deltan Dallagnol deveria estar preso e exonerado do cargo no MPF’

Para Nassif, o que está ocorrendo, com muitos deles, não é a defesa intransigente da democracia, mas apenas a tentativa de se retornar à semidemocracia em vigor antes da ascensão dos Bolsonaro.

O jornalista ironiza o movimento Direitos Já, lançado em São Paulo: ‘condenamos todos os abusos, mas pragmaticamente queremos manter os abusos contra Lula, para não abrir mão da mais eficiente arma eleitoral de que dispomos.’

Nassif não está sozinho nessa crítica, não. Nas vésperas do evento, o ex-senador Roberto Requião (MDB-PR) classificou o encontro desta semana como ‘movimento em defesa do próprio rabo‘ porque não defendia a soberania nacional, nem a liberdade para o ex-presidente Lula.

“Mas que tal, além do próprio rabo, defenderem o petróleo, a soberania, empresas estratégicas, trabalhadores?”, desafiou Requião, na semana passada.

Compartilhe agora!