Censura de Crivella aumentou as vendas e fez edição de HQ esgotar

Compartilhe agora!

A tentativa censura do prefeito da Igreja Universal do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, contra uma História em Quadrinhos (HQ) surtiu efeito contrário.

O HQ da Marvel, “Vingadores, a cruzada das crianças”, presente na Bienal do Livro do Rio, teve sua edição esgota em minutos justamente pela publicidade gratuita dada pelo prefeito.

LEIA TAMBÉM
Cartunistas protestam contra a censura em Porto Alegre

Efeito Bolsonaro: Gigante mundial da moda boicota couro do Brasil

Augusto Aras na PGR é derrota da Lava Jato e humilhação para Moro

A obra mostra um beijo entre dois personagens masculinos, mas não tem nenhuma cena ofensiva ou pornográfica. A editora se negou a seguir a censura do pastor prefeito. Crivella ordenou que os HQs fossem lacrados em embalagens escuras, como são os materiais pornográficos.

Viva a liberdade!

Com agências. 

Compartilhe agora!