Bolsonaro perde apoio entre empresários de direita


O presidente do Instituto Brasil 200, Gabriel Kanner, disse que o slogan da campanha presidencial de Jair Bolsonaro (PSL) foi “Brasil acima de tudo. Não Bolsonaro acima de tudo”. O grupo reúne alguns dos empresários que mais contribuíram na campanha presidencial do então candidato do PSL. O racha entre bolsonaristas avança em todos os grupos que apoiaram o presidente.

Segundo informações da coluna Painel de Mônica Bergamo, Kanner afirma que parte da direita está “fazendo malabarismos intelectuais para defender posturas que não são corretas”. Como exemplo, ele cita o entrave à formação da CPI da Lava Toga, que investigaria ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O empresário ressalta que esse tema foi defendido na manifestação feita pelo grupo, em prol do governo, em maio deste ano.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro sobe a gasolina e o diesel

Em recessão, Bolsonaro comemora redução da taxa de juros para 5,50%

Bolsonaro pode perder um terço dos deputados do PSL

“São grupos que vão defender independentemente de qualquer coisa”, acrescentou Kanner. Suas críticas se estenderam até um dos filhos do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). Apesar de ser próximo do instituto, o parlamentar atuou contra a CPI.