Bolsonaro edita MP que esvazia carteirinha da UNE e da Ubes


O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) edita uma Medida Provisória (MP) para a criação de uma carteira de identificação de estudantes com o objetivo de esvaziar a carteirinha emitida pela União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes). A medida será anunciada no decorrer desta semana.

Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, a medida será batizada de MP da liberdade estudantil. Ele não adiantou mais detalhes sobre o tema.

O governo vem estudando desde o início do mandato criar uma carteira de identificação de estudantes com o objetivo de esvaziar a carteirinha emitida por entidades estudantis, como a UNE (União Nacional dos Estudantes), conforme informação do jornal Folha de São Paulo.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro quer indicar Eduardo como embaixador no mês de outubro

Bolsonaro passa a tesoura nos programas sociais para o orçamento de 2020

UNE exige fim do bloqueio de verbas e reforça convocação para o 13A

O documento, que garante meia entrada em cinemas e espetáculos, é a principal fonte de renda das organizações estudantis.

Bolsonaro e seus aliados são rivais da UNE – controlada há anos pelo PCdoB em aliança com outros partidos de esquerda – e de outras entidades estudantis.

Uma lei de 2013, sobre o benefício do pagamento de meia-entrada, garante a emissão apenas à UNE, à Ubes (União Nacional dos Estudantes Secundaristas) e à ANPG (Associação Nacional de Pós-Graduandos).

*Com informações da Folha de São Paulo