Anthony Garotinho e Rosinha Matheus são presos no Rio

Rio de Janeiro tem 4 ex-governadores presos (Cabral, Rosinha, Anthony e Pezão).
O Ministério Público do Rio prendeu na manhã desta terça (3) os ex-governadores do Rio Anthony Garotinho e Rosinha Matheus. O casal é suspeito de superfaturar contratos celebrados entre a Prefeitura de Campos de Goytacazes e a construtora Odebrecht.

De acordo com o MP do Rio, os contratos visavam a construção de casas populares dos programas “Morar Feliz I” e “Morar Feliz II” durante os dois mandatos de Rosinha como prefeita, entre os anos de 2009 e 2016.

Além do casal Garotinho, outros três suspeitos são alvos de mandados de prisão e busca e apreensão: Sérgio dos Santos Barcelos, Ângelo Alvarenga Cardoso Gomes e Gabriela Trindade Quintanilha.

LEIA TAMBÉM
Glenn Greenwald revela no Roda Viva que Sérgio Moro é “corrupto”

Bolsonaro quer indicar Eduardo como embaixador no mês de outubro

Agosto tem recorde de queimadas na Amazônia desde 2010

O MP estima que os contratos direcionados para Odebrecht, sem licitação, somam R$ 1 bilhão.

A operação batizada de Secretum Domus foi autorizada pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Campos dos Goytacazes.

Garotinho e Rosinha afirmam que são alvo de implacável perseguição política e consideram a prisão abusiva.

O Rio de Janeiro amanheceu hoje com 4 ex-governadores presos (Sérgio Cabral, Rosinha, Anthony e Luiz Fernando Pezão).