STF poderá soltar Lula diante de 100 mil pessoas no dia 14 de agosto

Publicado em 1 agosto, 2019
Compartilhe agora!

lula_stfO Supremo Tribunal Federal (STF) se prepara para julgar o pedido de suspeição do ex-juiz Sérgio Moro no próximo dia 14 de agosto. Nessa data, cerca de 100 mil pessoas são esperadas na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

O ex-presidente Lula poderá ganhar a liberdade após 500 dias mantido como preso político na carceragem da Polícia Federal de Curitiba.

Não faltam motivos para que os ministros do Supremo soltem já o petista, haja vista os vazamentos publicados pelo site The Intercept Brasil e demais veículos de comunicação no Brasil e no mundo.

LEIA TAMBÉM
PT pede que CNMP investigue e afaste Dallagnol imediatamente

Moro e Dallagnol se deram mal com o STF; provas serão mantidas, decide Fux

ABJD lança campanha #MoroMente para explicar os crimes cometidos pelo ex-juiz na Lava Jato

Intercept/Folha: Dallagnol investigou e tentou encurralar Toffoli

As questões que pesam contra a Lava Jato, Moro e o procurador Deltan Dallagnol são mais graves do que supúnhamos anteriormente. Além do conluio para tornar impossível a defesa do réu, transformados em adversários políticos e ideológicos da força-tarefa, ganhar dinheiro, eles ainda conspiravam para chantagear ministros do STF.

Não resta alternativa aos ministros do Supremo senão reconhecer a suspeição de Moro, Dallagnol et caterva e libertar imediatamente Lula sob pena de o judiciário todo também sucumbir com a farsa da Lava Jato.

Portanto, Lula será solto no próximo dia 14 de agosto se não houver nova trapaça por parte da República de Curitiba mancomunada com a velha mídia golpista –leia-se Globo e seus miquinhos amestrados.

Compartilhe agora!