Senado terá ato contra a reforma da Previdência na terça

Compartilhe agora!

Na próxima terça-feira (3) o Auditório Petrônio Portela do Senado Federal será palco de um ato público contra a reforma da Previdência proposta por Bolsonaro.

A manifestação está sendo convocada pelos senadores Randolfe Rodrigues (REDE), líder da Minoria no Senado, Paulo Rocha (PT), líder do Bloco Parlamentar da Resistência Democrática, Humberto Costa, líder do PT e Paulo Paim (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Coordenador da Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Social.

LEIA TAMBÉM
Efeito Bolsonaro: PIB menor, mais cortes e nenhum concurso em 2020

Bolsonaro anuncia pior salário mínimo em dólar desde 2009

Para 62%, Lula é ‘o cara’ que melhorou as condições de vida dos brasileiros

A PEC da Previdência está tramitando na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado. Na última quarta-feira (28), O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) apresentou seu relatório defendendo a aprovação da matéria. A votação na CCJ está prevista para a próxima quarta-feira (4)

Leia abaixo a correspondência que os senadores encaminharam a lideranças do movimento sindical.

Prezados companheiros e companheiras,

Nossa luta em defesa dos trabalhadores e trabalhadoras, enfrentando o projeto cruel de Reforma da Previdência (PEC 6/2019) do atual governo, continua.

Dando os devidos encaminhamentos definidos coletivamente na reunião do dia 26 de agosto de 2019 (segunda-feira), conclamamos a todos e todas para envidarem os mais intensos esforços mobilizando para o Ato contra a Reforma da Previdência, dia 03 de setembro de 2019, a partir das 9h às 13h, no Auditório Petrônio Portela do Senado Federal.

As forças conservadoras continuam seu projeto de destruição do Estado social de direito, conquistado com muita luta pelo povo brasileiro.

A redução drástica do valor das aposentadorias e pensões, inclusive da aposentadoria por incapacidade permanente; a exclusão previdenciária pelo aumento da carência para os homens; a possibilidade de pensões de órfãos e viúvas inferiores ao salário mínimo; o fim, na prática, das aposentadorias especiais por risco à saúde; o ataque à aposentadoria dos professores; as duras regras de transição e a contribuição extraordinária para os servidores públicos; e a desconstitucionalização, entre outros, revelam a crueldade da PEC. A ameaça da capitalização continua pairando sobre os trabalhadores.

O resultado final será mais pobreza e desigualdade.

À vista disso, a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social e as Lideranças de Oposição ao governo no Senado Federal convidam representantes de cada entidade para participar do Ato contra a Reforma da Previdência, dia 03 de setembro, 9h, no Auditório Petrônio Portela do Senado Federal. O acesso será pela entrada do Anexo II (Biblioteca).

Contamos com a presença de todos e todas.

Cordialmente,

Senador Randolfe Rodrigues, líder da Minoria no Senado
Senador Paulo Rocha, líder do Bloco Parlamentar da Resistência Democrática
Senador Humberto Costa, líder do PT

As informações são da CTB.

Compartilhe agora!