Sem graça, humorista é hostilizado em ato pró-Moro e Bolsonaro

O humorista Marcelo Madureira (Ex-Casseta e Planeta) foi hostilizado e saiu escoltado pela Polícia Militar de um ato em da extrema-direita na praia de Copacabana, no Rio.

LEIA TAMBÉM
Protesto em defesa da Floresta Amazônica reúne mais que manifestação pró-Sérgio Moro

Maitê Proença abandona Bolsonaro e agita em passeata pela Amazônia

Novos áudios da #VazaJato podem derrubar Deltan Dallagnol

Madureira, que é direitista de carteirinha, chegou a subir no carro de som, mas teve a “petulância” de critica o “mito” Bolsonaro.

Ele foi alvo de gritos de “fora” e “desce, teu carro é outro” por parte de manifestantes. Teve que partir amparado pela polícia para não sofrer agressões.

Com informações do UOL