Se Dallagnol fugir de audiência na Câmara é porque quer ocultar crime que cometeu, diz Rogério Correia

Compartilhe agora!

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara (CTASP) realiza audiência pública na próxima terça-feira (3) para ouvir o coordenador da Força Tarefa da Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol. Fruto de um requerimento do deputado Rogério Correia (PT-MG), o convite a Dallagnol tem como objetivo esclarecer as conversas vazadas entre ele e procuradores da Lava Jato, e divulgados pelo site The Intercept Brasil. A reunião está marcada para as 14h.

Entre outros temas, o parlamentar petista disse que Dallagnol precisa explicar conversas entre procuradores que apontam para atos de perseguição ao ex-presidente Lula e de manipulação do processo que culminou com a sua condenação e prisão.

LEIA TAMBÉM:
Bernie Sanders quer Lula Livre e Brasil com democracia

Cappelli: Moro na solitária de Luís XIV

Lula solto pelo STF em setembro

“Tudo isso precisa ser debatido, a sociedade precisa ter noção do que está acontecendo. Vamos colocar os ‘pingos nos is’, ouvir o que Dallagnol tem a dizer, ouvir as denúncias, para que a sociedade tire a conclusão das injustiças que estão fazendo com o presidente Lula. Quero ver se ele vem. É importante que ele venha para dizer o que foi esse processo da Lava Jato. Infelizmente ele está fugindo, já se negou a vir a Câmara outras vezes”, destaca Rogério Correia.

Fundo bilionário
O procurador Dallagnol já recusou dois convites neste ano para prestar esclarecimentos em audiências públicas na Câmara. Na primeira vez, em abril, Dallagnol havia sido convidado para explicar na CTASP a participação da Lava Jato no controle de dois misteriosos fundos privados – num total de R$ 9,3 bilhões – oriundos de acordos firmados entre os procuradores de Curitiba, a Petrobras, a Odebrecht e o governo dos Estados Unidos.

Em julho, Dallagnol também não compareceu a uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (CDHM). O objetivo do encontro era obter esclarecimentos sobre as mensagens divulgadas pelo site The Intercept, de conversas entre o procurador e o então juiz Sérgio Moro.

Confissão de culpa
O parlamentar adverte que, se Dallagnol faltar mais uma vez, estará demonstrando que tem o desejo de ocultar os crimes que cometeu. “Se ele não vier, estará escondendo parte dos crimes que fez”, explica.

O petista destaca que também serão chamados para a audiência pública representantes do site The Intercept Brasil, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do coletivo Juristas pela Democracia.

Veja o vídeo do deputado Rogério Correia

O convite a Dallagnol tem como objetivo esclarecer conversas vazadas entre ele e procuradores da Lava Jato

DALLAGNOL TEM QUE SE EXPLICAR A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara (CTASP) realiza audiência pública na próxima terça-feira (3) para ouvir o coordenador da Força Tarefa da Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol. Fruto de um requerimento do deputado Rogério Correia (PT-MG), o convite a Dallagnol tem como objetivo esclarecer conversas vazadas entre ele e procuradores da Lava Jato, e divulgados pelo site The Intercept Brasil. A reunião está marcada para as 14h.

Publicado por PT na Câmara em Sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Por PT na Câmara.

Compartilhe agora!