Perseguição: ICMBio transfere oceanógrafo para o sertão

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) transferiu um oceanógrafo de Fernando de Noronha para o sertão de Pernambuco.

José Martins da Silva Júnior trabalhava na preservação marinha do arquipélago de Fernando de Noronha há mais de 30 anos. Ele foi transferido contra sua vontade para a Floresta Nacional de Negreiros, outra unidade de conservação no sertão pernambucano.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro ‘atirou e matou o carteiro’ com demissão do presidente do Inpe

Martins relaciona a decisão de removê-lo ao interesse de empresários da região. “Desde que o plano de manejo foi publicado em 2017, criando normas para a ampliação da hospedaria domiciliar, empresários, especificamente um grupo, começou a comprar e ampliar pousadas. O ICMBio, com a orientação de sua procuradoria e do Ministério Público Federal, notificou e multou algumas dessas pousadas”, disse ele.

A mudança foi assinada na última quinta-feira (1º) pelo presidente do instituto, o coronel Homero de Giorge Cerqueira.

O que um oceanógrafo vai fazer no Sertão? Parar de incomodar quem quer lucrar com o turismo sem respeitar a natureza.

Com informações da Folha de S. Paulo

Compartilhe agora