Perguntar não ofende: cadê os hackers do Moro?

Compartilhe agora!

Os hackers “russos” de Araraquara (SP) “tomaram Doril”, pois eles sumiram. O ministro Sérgio Moro não fala mais neles. Nem a PF, nem a Civil. Muito menos a velha mídia.

A prisão dos 4 hackers seria a tentativa de o ex-juiz desacreditar as mensagens dele vazadas do Telegram com integrantes da força-tarefa Lava Jato.

Parece que deu tudo errado. Bateu na trave.

LEIA TAMBÉM
Randolfe: Indicação de Eduardo para embaixada é nepotismo na veia

Moro e Deltan motaram uma ORCRIM para perseguir Lula, diz deputado do PT

PT pede CPI para investigar vazamento de informações sigilosas da Receita Federal

Também não lograram sucesso a tentativa de a PF vincular o PCC ao PT. A Polícia Federal é uma instituição subordinada ao ministro da Justiça.

Ainda restou infrutífera a estratégia de Moro disseminar pânico quando ele disse que toda a República fora grampeada, cujos conteúdos dos arquivos estavam nas mãos do jornalista Glenn Greenwald, fundador do Intercept Brasil.

Portanto, repete-se a pergunta que não ofende: cadê os hackers do Moro?

Compartilhe agora!