Moro pediu para Bolsonaro nomear Dallagnol à PGR, mas o presidente negou

Compartilhe agora!

Segundo o jornalista Kennedy Alencar da CBN, o ministro da Justiça, ex-juiz Sérgio Moro, pediu ao presidente Bolsonaro que indicasse Deltan Dallagnol para o posto de procurador-geral da República.

O mandato da atual procuradora-geral Raquel Dodge termina em setembro; e Bolsonaro ainda não decidiu quem indicar para o seu lugar.

Mas o presidente negou o pleito de Moro. Na verdade a dupla Moro e Dallagnol se tornou tóxica após o início da série de reportagens da Vaza Jato, feitas pelo Site Intercept em parceria com diversos órgãos de imprensa.

LEIA TAMBÉM
Advogados abandonam a defesa de Deltan Dallagnol

Deltan Dallagnol ‘pedala’ atrás de 12 pedidos de processos administrativos

CNMP abre processo disciplinar contra procurador Castor de Mattos

CNMP desarquiva denúncia contra Dallagnol por mensagens vazadas

As conversas vazadas do ex-juiz com os procuradores da Lava Jato praticamente inviabilizaram os anseios políticos dos dois.

Do jeito que as coisas vão, a prometida cadeira de Moro no STF também foi para o espaço.

Com informações da CBN.

Compartilhe agora!