Moro e Dallagnol queriam piratear o poder, diz Gleisi

Publicado em 12 agosto, 2019
Compartilhe agora!

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), usou o seu perfil no Twitter para comentar os novos diálogos da Vaza Jato divulgados nesta segunda-feira (12) pelo site The Intercept Brasil.

Para a dirigente petista, os diálogos mostram que o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, e o procurador Deltan Dallangnol atuavam como “aventureiros” que “queriam piratear o poder”.

LEIA TAMBÉM:
Deltan Dallagnol chefiava facção de milícia digital, revela Intercept

Dallagnol atacou a soberania do STF, diz cientista político

Gleisi também afirmou que “a República de Curitiba se considerava o centro de poder no Brasil. Deltan era o Procurador Geral e Moro era o Supremo”.

Confira o tuíte de Gleisi:

Compartilhe agora!