Macron fala em tomar a Amazônia do Brasil em resposta a Bolsonaro

Publicado em 26 agosto, 2019

A inépcia diplomática do presidente Jair Bolsonaro (PSL) põe em risco a soberania da Amazônia.

A declaração do presidente da França, Emmanuel Macron, de que a Amazônia pode ser internacionalizada, mostra que tolerância com o brasileiro é zero.

Líderes mundiais reunidos no G7, na França, consideram internacionalizar a região porque medidas tomadas [por Bolsonaro] vão contra o interesse do planeta.

“Hoje, não é o caso da iniciativa que tomamos. Mas é uma questão que se coloca. Se um estado soberano toma, de forma clara, concreta, medidas que evidentemente se colocam em oposição ao interesse de todo o planeta. Há todo um trabalho jurídico, político a ser feito”, disse Macron.

LEIA TAMBÉM
Aeroporto de Porto Velho suspende voos por causa das queimadas

Papa quer compromisso global para proteção da Amazônia

Alcolumbre vai instalar comissão mista sobre mudanças climáticas nesta terça

“Associações, ongs e atores, já há vários anos – por vezes alguns atores jurídicos internacionais – levantaram a questão para saber se podemos definir um status internacional da Amazônia”, considera o francês, segundo anotou o jornalista Jamil Chade, do UOL.

Macron elevou a temperatura após Bolsonaro insultar sua mulher, Brigitte.

O presidente francês também disse que respeita os brasileiros, mas estes precisam encontrar um presidente à altura do Brasil.