Macron diz que Amazônia ‘arde em chamas’ e pede reunião urgente no G7

Compartilhe agora!


O presidente da França, Emmanuel Macron, disse nesta quinta-feira (22) que a cúpula do G7 precisa discutir os incêndios na Amazônia. O encontro está previsto para este fim de semana, em Biarritz, no sudoeste francês.

Em mensagem publicada no Twitter, Macron postou uma foto de um incêndio florestal e chamou as queimadas na Amazônia de “crise internacional” e “emergência”.

Dilma: A soberania queima junto com a Amazônia e a venda da Petrobras

Bolsonaro diz que diretor da PF é escolha dele e não de Moro

“Nossa casa queima. Literalmente. A Amazônia, o pulmão de nosso planeta, que produz 20% de nosso oxigênio, arde em chamas. É uma crise internacional”, escreveu.

“Membros do G7, vamos nos encontrar daqui a dois dias para falar dessa urgência!”, completou Macron.

Compartilhe agora!