Justiça cassa passaporte diplomático do Pastor Valdemiro Santiago

Compartilhe agora!

O juiz Hong Kou Hen, da 8.ª Vara Cível de São Paulo, determinou ao ministério das Relações Exteriores que recolha, em até cinco dias, o passaporte diplomático que governo Bolsonaro concedeu ao Pastor Valdemiro Santiago e à sua mulher, Franciléia.

LEIA TAMBÉM
Advogados pedem a apreensão dos passaportes de Moro, Dallagnol & Cia

Moro pode estar destruindo provas”, diz cientista político

Justiça cancela passaporte diplomático do missionário R. R. Soares

Na decisão, o juiz ressalta que o fato de alguém exercer a função de líder ou dirigente religioso, por si só, não é justificativa plausível para receber qualquer tipo de tratamento diferenciado ou privilegiado, sob pena de violação do princípio Constitucional da igualdade.

Com informações do Estadão.

Compartilhe agora!