Ibama pediu apoio da Força Nacional para evitar “dia do fogo” mas Moro negou

Publicado em 27 agosto, 2019
Compartilhe agora!

Conforme o Blog do Esmael já havia noticiado, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) solicitou ao ministro da Justiça, ex-juiz Sérgio Moro o apoio da Força Nacional de Segurança para tentar evitar o “dia do fogo”.

Um servidor ouvido sob sigilo pelo site Amazônia Real disse que os fiscais em Novo Progresso (Pará) são poucos, daí precisariam do apoio policial para a fiscalização, pois são ameaçados por madeireiros, fazendeiros e grileiros.

Segundo ele, a Força Nacional daria um apoio fundamental para impedir os incêndios florestais no “dia do fogo”. Mas o apoio foi negado por Moro.

LEIA TAMBÉM
Ibama do Pará acéfalo desde o início do desgoverno de Bolsonaro

Bolsonaro vai rejeitar 20 milhões de Euros do G7 para combater queimadas

“O Moro sabia. A gente sempre precisa de segurança nas operações de combate aos desmatamentos e queimadas”, disse o fiscal.

Na ocasião do “dia do fogo”, o monitoramento dos incêndios florestais do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) identificou um aumento de 300% no número de focos de queimadas na região, confirmando o crime ambiental.

As informações são da Amazônia Real.

Compartilhe agora!